Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

o dia do outro lado

    Livro comemorativo dos 30 anos da CERCI PORTALEGRE Autoria de Carlos Garcia de Castro e Raul Ladeira Edições Colibri, 2011     «Ora aqui estamos nesta casa nobre, onde reside a nossa condição, sermos criança ainda em corpo vindo do tempo convocado para crescermos na inocência dum destino humano». Carlos Garcia de Castro

PRAIA

  Na luz oscilam os múltiplos navios Caminho ao longo dos oceanos frios As ondas desenrolam os seus braços E brancas tombam de bruços A praia é lis e longa sob o vento Saturada de espaços e maresia E para trás fica o murmúrio Das ondas enroladas como búzios. Sophia de Mello Breyner

Adeus

  Às vezes é nos silêncios mais medonhos, Que encontro na luz crua do olhar, A imensidão perdida dos meus sonhos, Nos contornos nus e rudes do lugar. E um grito de infinito em vulcão, Rebenta em mim como lava de luar, O verso em flor na minha mão, Até tocar-me a alma a soluçar. Que linda a Vida! Adeus, Adeus… Deixo-vos estes versos que são meus, E louvo a Deus na eternidade. Kyrie Eleison! Toquem os céus, Meus versos brandos como véus, E doces como lágrimas de saudade. Raul Cóias Dias   PS- Homenagem ao colega Cóias, que nos deixou há dias.

Concurso PORDATA

PORDATA.PT

DIA DA FILOSOFIA, 17 DE NOVEMBRO

Dia da Filosofia na biblioteca.

Valor do Tempo

  Procede deste modo, caro Lucílio: reclama o direito de dispores de ti, concentra e aproveita todo o tempo que até agora te era roubado, te era subtraído, que te fugia das mãos. Convence-te de que as coisas são tal como as descrevo: uma parte do tempo é-nos tomada, outra parte vai-se sem darmos por isso, outra deixamo-la escapar. Mas o pior de tudo é o tempo desperdiçado por negligência. Se bem reparares, durante grande parte da vida agimos mal, durante a maior parte não agimos nada, durante toda a vida agimos inutilmente. Séneca, Cartas a Lucílio , Carta I.

Testes Intermédios

  Informações: http://www.gave.min-edu.pt/np3/9.html

Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa

Poema em LGP - Língua Gestual Portuguesa

Festival de Balonismo, Alentejo

  08 - Novembro (Terça-feira) 07h30 - 10h00 - 3º Voo - Fronteira 15h30 - 17h00 - 4º Voo - Fronteira 09 - Novembro (Quarta-Feira) 07h30-10h00 - 5º Voo - Alter do Chão 15h30-17h00 - 6º Voo - Alter do Chão 10 - Novembro (Quinta-Feira) 07h30 - 10h00 - 7º Voo - Fronteira 15h30 - 17h00 - 8º Voo - Fronteira 11 - Novembro (Sexta-Feira) 07h30 - 10h00 - 9º Voo - Alter do chão 15h30 - 17h00 - 10º Voo - Alter do chão 12 - Novembro (Sábado) 07h30 - 10h00 - 11º Voo - Fronteira 15h30 - 17h00 - 12º Voo - Fronteira 13 - Novembro (Domingo) 07h30 -10h00 - 13º Voo - Cabeço de Vide   http://www.cm-alter-chao.pt/

missão

  para dominares a terra te dei as mãos e sementes de justiça semeei no coração do mundo (…) para ergueres sobre a guerra o teu corpo expatriado e exangue te enviei soldado de todas as fronteiras   para seres junto dos povos a lucerna o gume a quase pátria te dei o meu Espírito   sempre caminhei adiante de ti como promessa e sempre como a um filho te enchi os olhos de futuro   para dominares a terra te dei as mãos e sementes de justiça semeei no coração do mundo     José Augusto Mourão, O Nome e a Forma

LIBERDADE

A Química no nosso dia a dia

www.ciencianarua.uevora.pt