Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2011

CONSTRUÇÃO DA ESCOLA INDUSTRIAL

Construção da Escola Industrial e Comercial de Portalegre, actual Escola Secundária de S. Lourenço (Av. George Robinson), finais dos anos 50, séc. XX (fotos cedidas por Egídio Calado)

«EDUCOLOGIA», NOVO BLOGUE

  Blogue sobre temas educativos http://a-educologia.blogspot.com/

Fábrica Robinson (1840) Portalegre, Portugal

Fábrica Robinson (1840) Portalegre, Portugal

ÁREA PROJECTO - 12ºH

  Depois de tantos e tão bons trabalhos de Área de Projecto que foram apresentados no passado dia 13, na nossa escola, chegava a hora de o curso de Artes Visuais - os alunos do 12ºH - brilharem...e darem que falar.        O auditório/ginásio da escola foi "invadido" pelas artes, e por uma grande exposição de excelentes trabalhos dos nossos alunos, desenvolvidos em Área de Projecto, mas também em Desenho A e Oficina de Artes. Pela altura em que começou o espectáculo, com várias actuações musicais, passando por diversos estilos - do pop-rock ao clássico - já havia casa cheia; mas a noite ainda era uma criança, e com os vários desfiles de três dos grupos da turma que se trabalharam em moda, o ambiente realmente aqueceu.        A noite acabaria com a actuação da Hallituna, não sem antes a turma do 12º H agradecer a todos os que colaboraram e assistiram a esta grande noite de espectáculo que trouxe um brilho muito especial à ESSL. Ana Rodrigues (12ºH)

LEITURAS – A CIDADE DE ULISSES

«As grandes navegações do século XV, do ponto de vista científico e tecnológico, implicaram um enorme passo em frente. Foi preciso desenvolver a matemática, a astronomia, a ciência náutica, modificar a forma e a vela dos navios, saber orientar-se noutro hemisfério, com novas constelações de estrelas. Escrevemos, no século XV, tratados de construção naval, aperfeiçoámos os navios, nos estaleiros junto de Lisboa, surgiu a primeira escola portuguesa de cartografia, conseguimos calcular com exactidão a latitude, cuja escala no século XVI introduzimos nas cartas e mais tarde outra, aproximada, de longitudes (só no século XVIII se chegaria com exactidão ao cálculo da longitude). Adquiriram-se novos conhecimentos na zoologia, botânica, medicina, farmacologia, estudo das línguas, etnologia, geologia. Não estivemos sozinhos nesse empreendimento, mas a nossa parte não podia ser ignorada.» Teolinda Gersão A Cidade de Ulisses (Sextante Editora), pág. 51

COMEMORAÇÕES DO DIA DA EUROPA

  O Clube Europeu da ESSL, para assinalar o dia da Europa, convidou o eurodeputado Miguel Portas para uma palestra. Muitos alunos e professores da Escola participaram na iniciativa. Ficam alguns momentos.

IMPRESSIONISMO

  Iniciei a viagem. Passei pela porta laranja e transparente, uma entre tantas outras, e desloquei-me para o ponto de encontro. Os corredores, vazios e monótonos, cobriam-me antes de chegar à entrada. Até àquele momento tudo se encontrava em silêncio. As vozes encheram a escola, tornaram-na viva. Só faltava o sino de bronze ecoar. Encontrava-se esquecido e imóvel. Em tempos anteriores, teria sido usado diariamente, admirado e, talvez, odiado. Agora, quase morto e perdido no tempo, não vive, não se mexe, não marca a vida daqueles que passam por ele. Lá fora, tudo parecia estar parado. O céu renasceu, o Sol brilha intensamente. Vêem-se andorinhas e outras aves. Vêem-se árvores e ervas. E, no meio do céu azul, vive um cataventos. Este ainda vive. O vento não se esqueceu dele. Preto e feito de ferro permanece em cima duma chaminé branca e amarela. Em cima de uma seta, observa-se um porco e um camponês, debaixo da suposta sombra da oliveira. Tudo próprio do Alentejo. Tocava, naquele i

CORES E SABORES

 

A Maior Flor do Mundo

ARTE

  Trabalhos dos alunos de Artes Visuais da ESSL

Ponto de Vista - Perspective . Introspective . Retrospective

 

NOVA ESCOLA

     

PESSOA

COMPAL BASKET 3X3 VILA VIÇOSA

  Juniores femininos, 2º lugar Juniores masculinos, 3º lugar

LER

IDEIAS LUMINOSAS

  Há ideias luminosas!   Há ideias luminosas” é o ideal que nos move e é, também, aquele que dá resposta a um projecto desenvolvido na disciplina de Área de Projecto. Assim, com uma exposição, pretendemos melhorar, esclarecer, sensibilizar e alertar a sociedade para a importância crescente do uso das energias verdes, amigas do ambiente, do planeta e de todos nós. Sabemos que Portugal não é um país que aposta muito nas energias renováveis, e, portanto, pensamos que é nosso dever, enquanto cidadãos activos, promover uma maior utilização destas energias, tendo sempre em atenção que, para haver uma maior aposta nelas, é necessária a educação das diferentes gerações. Por fim, deixamos aqui o convite para que visitem a nossa exposição, sobre energias renováveis, na Galeria de S. Sebastião, que decorrerá de 9 a 13 de Maio na Câmara Municipal de Portalegre. Contamos com a vossa presença, muito obrigado.   O grupo: Catarina Marmelo Danilo Candeias Luís Almeida Raquel M