quarta-feira, 27 de abril de 2016

O Palco é meu




A verdade é que todos nós somos do tecido de que são feitos os sonhos, uns mais, outros menos. São esses mesmos sonhos que fazem parte de nós, da nossa essência bem como do nosso ser.
Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é de alguém que acredite que ele se possa tornar real. Já desde muito pequenina sonhava subir a um palco e simplesmente brilhar. Hoje, estou longe de chegar onde quero, mas acredito que um dia chegarei e sentirei o maior orgulho de todos.
Há pessoas que se sentem bem a escrever, outras a cantar ou talvez a tocar, eu sinto-me bem a representar, sinto-me feliz. Felicidade essa que dinheiro nenhum pode comprar, felicidade essa que não tem preço.
O Palco é Meu foi a realização de um sonho, e é importante saber que nunca é tarde ou cedo para a concretização do mesmo. Se acreditarmos, se lutarmos, nós conseguimos! Se existem medos? Imensos, mas no palco, o lugar onde tudo acontece, o foco está no guião. Acredito que quando a nossa vontade de voar é maior, os nossos medos não passam de coisas mínimas e ultrapassáveis nas nossas vidas. O objetivo é esse mesmo, não deixar que os medos se tornem maiores que a nossa vontade de voar.
A minha vontade de voar, a minha fé, a minha força sempre foi superior. Uma vez disseram-me para perseguir os meus sonhos, e se possível ultrapassá-los, realizando-os, dando-lhes forma, corpo e alma. Disseram- me para ir e eu fui.
Corri atrás deles, com toda a força, com toda a determinação e amor. Julguei -me capaz, acreditei em mim, lutei e alcancei. E agora, olhando para trás e relembrando todos os obstáculos e caminhos que me levaram aqui, a este mesmo lugar, sei agora que não poderia estar mais orgulhosa e grata por todos aqueles que acreditaram em mim.

Patrícia Meira
11ºC  Nº 24

Sem comentários:

Enviar um comentário